EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Brexit: Nigel Farage diz que "até o tempo melhorou" no Reino Unido

Brexit: Nigel Farage diz que "até o tempo melhorou" no Reino Unido
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva com LUSA
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nigel Farage, o líder do Partido da Independência do Reino Unido (eurocético), pediu a demissão de Cameron e a formação de um "Governo Brexit" para preparar a saída da União Europeia.

PUBLICIDADE

Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP, eurocético, direita populista) quer a demissão do primeiro-ministro, David Cameron, e a formação de um “Governo Brexit” que prepare a saída do país da União Europeia.

Foi um Farage muito bem disposto e sorridente para a imprensa que sugeriu também que 23 de junho deveria ser declarado dia feriado no Reino Unido e considerado como o dia em que o país recuperou a sua independência.

Farage, sugeriu ainda o nome do ex-presidente da câmara de Londres, Boris Johnson, como possível líder do Partido Conservador.

“O Partido Conservador ficou literalmente dividido em dois com este referendo e sei que muitos deputados (…) com quem falei sentem sinceramente que a forma como ele (Cameron) e (o ministro das Finanças, George) Osborne se comportaram nesta campanha foi espantosa”, disse Farel.

No, thank you Arron_banks</a> and <a href="https://twitter.com/LeaveEUOfficial">LeaveEUOfficial – without you we could not have done this. #Brexitpic.twitter.com/b3LNZcZZ8p

— Nigel Farage (@Nigel_Farage) June 24, 2016

O líder do UKIP começou a sua intervenção esta sexta-feira por dizer aos jornalistas que “até o tempo tinha melhorado no Reino Unido,” graças ao resultado do referendo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Afinal, Nigel Farage vai concorrer às eleições no Reino Unido

Unionistas terminam bloqueio: parlamento da Irlanda do Norte pode retomar atividade no fim de semana

Batalha legal contra as "prisões" temporárias de requerentes de asilo em Inglaterra