A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Academia de Hollywood procura diversidade

Academia de Hollywood procura diversidade
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Em busca de diversidade, a Academia de Hollywood convidou 683 novos membros, o dobro face ao ano passado.

O objetivo é abranger uma maior variedade étnica e ter mais mulheres neste grupo de elite. São várias as jovens atrizes que receberam o convite, uma das menos novas será, talvez, Eva Mendes, mas é representante da comunidade hispânica.

Entre os homens destaque para o afro-americano John Boyega e o realizador belgo-curdo Sahim Omar Kalifa.

Nos últimos anos a Academia de Hollywood tem sido muito criticada por falta de diversidade. Poucas mulheres e poucas oportunidades para as minorias étnicas.

Uma polémica que se reacendeu nos últimos Óscares onde, pelo segundo ano consecutivo, nenhum ator negro foi nomeado.