EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Cabul tenta recuperar depois do último atentado

Cabul tenta recuperar depois do último atentado
Direitos de autor 
De  Nara Madeira com APTN, Reuters, AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Em Cabul a vida volta ao normal depois do atentado suicida deste sábado, o primeiro reivindicado pelo grupo estado islâmico na capital do Afeganistão.

PUBLICIDADE

Em Cabul a vida volta ao normal depois do atentado suicida deste sábado, o primeiro reivindicado pelo grupo estado islâmico na capital do Afeganistão.

Segundo as autoridades locais seriam três os atacantes. O primeiro conseguiu detonar a bomba, o segundo apenas parcialmente, o suficiente para se suicidar sem matar ninguém, o terceiro foi abatido antes de se fazer explodir.

O ataque vitimou 80 pessoas e fez mais de duas centenas de feridos. Eram, maioritariamente, chiitas de etnia Hazara, que participavam num protesto pacífico contra uma instalação de uma linha de alta tensão.

Em comunicado a Casa Branca condenou aquele que considerou de atentado horrendo e odioso.

“The United States condemns in the strongest terms the horrific attack today in Kabul, Afghanistan” —PressSec</a>: <a href="https://t.co/Nl4wgrbTdn">pic.twitter.com/Nl4wgrbTdn</a></p>&mdash; The White House (WhiteHouse) 23 de julho de 2016

O Presidente russo diz que continua disponível para cooperar com o Afeganistão “no combate a todas as formas de terrorismo”.

As Nações Unidas expressaram indignação pelo ataque que descrevem como um “crime de guerra”.

#Afghanistan: UN</a> expresses outrage at bomb attack that leaves scores dead in Kabul <a href="https://t.co/rXbfcFtKGk">https://t.co/rXbfcFtKGk</a> <a href="https://t.co/y9UOqLd2IA">pic.twitter.com/y9UOqLd2IA</a></p>&mdash; UN News Centre (UN_News_Centre) 23 de julho de 2016

Este foi o ataque que provocou mais mortes, em Cabul, em 15 anos de guerra civil.

Atentado contra manifestação deixa dezenas de mortos em #Cabulhttps://t.co/3rIcvWyRvzpic.twitter.com/cL2BxzFhO7

— Brasil Press (@Brasil_Pre) 23 de julho de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos

Morreu o estilista Roberto Cavalli aos 83 anos

Sete pessoas julgadas por fornecer droga suicida a mais de 600 pessoas nos Países Baixos