Rio2016: Vila Autódromo resistiu às olimpíadas

Rio2016: Vila Autódromo resistiu às olimpíadas
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vinte famílias da Vila Autódromo, no Rio de Janeiro, que fica próxima do Parque Olímpico, receberam as chaves das novas casas, a tempo para poderem ver os Jogos…

PUBLICIDADE

Vinte famílias da Vila Autódromo, no Rio de Janeiro, que fica próxima do Parque Olímpico, receberam as chaves das novas casas, a tempo para poderem ver os Jogos Olímpicos.

Estas pessoas são o sinal da resistência de quem se recusou a sair das suas casas após a autarquia ter, em 2013, anunciado que as 600 famílias teriam de mudar-se para dar lugar às infraestruturas que iriam servir as Olimpíadas.

Vila Autódromo: enfim, uma vitória. Mas teremos de continuar de olho após os jogos. Porque sabemos o que pode rolar. https://t.co/RefnqsgSlt

— Delfin (@DelReyDelfin) July 29, 2016

“Estamos aqui hoje com menos de 10 por cento da comunidade. É uma mudança drástica”, afirma Luiz da Silva.

Luiz é, a par da esposa, Maria da Penha, a face da resistência.

O casal recusou as duas opções da autarquia do Rio: a indemnização ou uma casa no condomínio do programa “Morar Carioca”, a dois quilómetros da Vila Autódromo.

Removidos por Olimpíada na Vila Autódromo recebem cobrança de R$ 75 milhttps://t.co/NLPkmYkar8#Rio2016pic.twitter.com/oPeUCuXE8c

— Folha de S.Paulo (@folha) July 30, 2016

Luiz gostaria que os atletas conhecessem a situação.

Luiz conta que os moradores sofreram muitas pressões por parte das autoridades para saírem. “Nós fomos espancados e agredidos aqui. Muitos atletas, eu tenho a certeza de que não gostariam de cunhar a medalha no peito com o sofrimento de tantas famílias. Estamos vendo se conseguimos mobilizar alguns atletas”, diz.

Vila Autódromo não foi a única comunidade a ser alvo de desapropriações, na cidade.

De acordo com um estudo da Universidade Federal do Rio de Janeiro,
entre 2009 e 2015, mais de 90 mil pessoas tiveram de abandonar as suas casas devido às recentes intervenções urbanísticas da autarquia.

#RioDeJaneiro, #Brazil: #Destruction & #Rebuilding in #VilaAutodromohttps://t.co/SE9wacuzZY by RicardoMoraesRM</a> <a href="https://t.co/nF0pYR3FBY">pic.twitter.com/nF0pYR3FBY</a></p>&mdash; WSF (WSF2017) August 5, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Escolas de samba já desfilam no Brasil

Segurança apertada até segunda-feira devido à final da Libertadores no Brasil

Protesto pede justiça para adolescente morto em operação policial no Rio de Janeiro