Última hora

Moscovo enfrenta chuvas recordistas

Moscovo enfrenta chuvas recordistas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As chuvas torrenciais que se abatem sobre a região de Moscovo bateram, em pleno verão, um recorde com mais de 130 anos. A capital russa, cujas temperaturas não ultrapassam atualmente os 14 graus centígrados, registou esta segunda-feira “um nível acumulado de precipitação de 48 milímetros”, quase o dobro do último recorde estabelecido a 15 de agosto de 1887 em Moscovo. A intempérie, provocada por um ciclone vindo do sudeste do país, afeta também várias regiões do centro da Rússia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.