Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

EUA: Donald Trump vai ao México defender a necessidade de se construir um muro na fronteira

EUA: Donald Trump vai ao México defender a necessidade de se construir um muro na fronteira
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos da América afirmou ter grande respeito pelo povo mexicano. No entanto, perante o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, Donald Trump reiterou a necessidade de se construir um muro, na fronteira entre os dois países, para impedir a imigração ilegal.

A imigração ilegal mexicana para os EUA teve o seu clímax há 10 anos, e tem vindo a diminuir.

Enrique Peña Nieto Presidente do México

“Nós reconhecemos e respeitamos o direito de cada país a construir uma barreira física ou um muro em qualquer das suas fronteiras para deter o movimento ilegal de pessoas, drogas e armas. Haverá cooperação para se conseguir este objetivo comum e partilhado. A segurança de todos os cidadãos é fundamental”, afirma o candidato republicano.

Contradizendo Trump, que afirmou não se ter falado sobre quem pagaria o muro, Peña Nieto, fez saber que o México não suportará os custos da empreitada e que nem parece ser necessária.

“A imigração ilegal mexicana para os Estados Unidos teve o seu clímax há 10 anos, e tem, consistentemente, vindo a diminuir até ao ponto de ser mesmo negativa, em termos líquidos”, informou Peña Nieto.

Donald Trump viajou ao México a convite do presidente mexicano que convidou também a candidata democrata Hillary Clinton.

O republicano considerou o encontro com Peña Nieto produtivo no entanto não se desculpou pelos ataques que vem fazendo, desde 2015, contra os mexicanos ao apelidá-los de “violadores e criminosos”.