Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Poroshenko pede ajuda internacional contra "agressões" russas

Poroshenko pede ajuda internacional contra "agressões" russas
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O presidente da Ucrânia diz que o expansionismo da Rússia é um problema global e apela à comunidade internacional para fazer frente ao que classifica de “agressões” do Kremlin.

As declarações de Petro Poroshenko foram feitas na sessão inaugural do Parlamento ucraniano, depois da pausa estival.

O chefe de Estado ucraniano afirmou que “durante o próximo ano, certas forças políticas poderão chegar ao poder através de eleições em vários países europeus que, apesar de poderem não ser extremistas, são favoráveis a compromissos com o Kremlin e que acreditam que a melhor política contra o agressor é a conciliação”.

Poroshenko frisou ainda que a adesão à NATO continua a ser “um objetivo estratégico” da Ucrânia.

Ao mesmo tempo, a União Europeia criticou os atos de violência contra uma televisão pró-russa em Kiev e exigiu “um inquérito exaustivo e independente”. O próprio Poroshenko já tinha apelado ao procurador-geral ucraniano para investigar os incidentes do passado domingo na sede da Inter TV, acusada de ser favorável ao Kremlin.