EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Síria: raide aéreo destrói coluna de ajuda humanitária a oeste de Alepo

Síria: raide aéreo destrói coluna de ajuda humanitária a oeste de Alepo
Direitos de autor 
De  Euronews com AP, Reuters
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pelo menos 18 de 31 camiões das Nações Unidas e Crescente Vermelho foram atingidos no decurso de raides aéreos levados a cabo por forças sírias ou russas.

PUBLICIDADE

Pelo menos 18 de 31 camiões das Nações Unidas e Crescente Vermelho foram atingidos no decurso de raides aéreos levados a cabo por forças sírias ou russas.

O ataque ocorreu às 7.30 da noite de segunda-feira.

O ataque, em Orum al-Koubra, fez pelo menos doze mortos, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que precisou que as vítimas eram “voluntários do Crescente Vermelho e condutores dos camiões atingidos”.

VIDEO: Footage by SyriaCivilDef</a> at the warehouse in Aleppo, Syria where a UN aid convoy was hit by airstrikes tonight. <a href="https://t.co/h32f280aMf">pic.twitter.com/h32f280aMf</a></p>&mdash; Conflict News (Conflicts) September 19, 2016

Falando antes do ataque, o secretário de estado norte-americano, John Kerry, afirma que cabe à Rússia controlar Assad. Para Kerry, o regime sírio está a bombardear alvos de forma indiscriminada, incluindo colunas de ajuda humanitária.

O ataque tem lugar depois do regime de Bashar al-Assad ter dado oficialmente por terminada a frágil e difícil trégua instaurada no dia 12, na sequência de um acordo negociado pelos Estados Unidos e pela Rússia em Genebra.

Damasco acusou grupos rebeldes de “não respeitarem” as disposições do acordo, denunciando mais de 300 violações do cessar-fogo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Exército anuncia fim da trégua na Síria

Israel ataca unidade de defesa aérea no sul da Síria com mísseis

Embaixador iraniano na Síria promete retaliação após alegado ataque israelita destruir consulado