Jerusalém receberá líderes mundiais para funeral de Peres

Jerusalém receberá líderes mundiais para funeral de Peres
De  Rodrigo Barbosa com Reuters / AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Israel prepara-se para receber um grande número de personalidades e líderes mundiais para o funeral, na sexta-feira, do ex-presidente Shimon Peres, que faleceu ontem aos 93…

PUBLICIDADE

Israel prepara-se para receber um grande número de personalidades e líderes mundiais para o funeral, na sexta-feira, do ex-presidente Shimon Peres, que faleceu ontem aos 93 anos.

Barack Obama e Bill Clinton, François Hollande e o Príncipe Carlos de Inglaterra são apenas alguns dos nomes já confirmados para a cerimónia, que terá lugar no cemitério do Monte Herzl, em Jerusalém, numa secção dedicada aos “Grandes Líderes da Nação” hebraica.

Um dos responsáveis pelo desenvolvimento das poderosas forças armadas e das capacidades nucleares de Israel, Peres viria depois a tornar-se num promotor da paz com os palestinianos, que lhe valeu um Prémio Nobel.

Um amigo próximo, Danny Gillerman, diz que “é uma grande perda para Israel e para o mundo”.

Apesar da idade avançada, Peres sempre fez um esforço por se manter ligado à juventude, nomeadamente com uma forte presença nas redes sociais na internet.

O músico israelita Noy Alooshe, que criou um vídeo enérgico para a equipa do ex-presidente, explica que “era possível falar com ele acerca do Facebook ou do YouTube. Foi muito fácil para ele e para a sua equipa abrir uma página no Facebook ou no Instagram, porque ele sempre falou acerca do futuro e da tecnologia. As redes sociais eram algo pelo qual Peres se interessava bastante”.

Peres continuava a recorrer regularmente à internet para espalhar a mensagem pela paz. Em 2012, chegou mesmo a viajar a Sillicon Valley para lançar, em direto, o perfil no Facebook, lado a lado com o fundador da rede social, Mark Zuckerberg.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Incêndio em prédio de 14 andares em Valência faz pelo menos quatro mortos

Mãe de Alexei Navalny pede à justiça entrega do corpo

Russos continuam a homenagear Navalny apesar do risco de detenção. Mais de 400 já foram presos