EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

A longa espera dos tailandeses no último adeus ao rei Bhumibol Adulyadej

A longa espera dos tailandeses no último adeus ao rei Bhumibol Adulyadej
Direitos de autor 
De  Nara Madeira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Dezenas de milhares de tailandeses aguardam longas horas em filas, sob um calor abrasador, mais de trinta graus previstos para este sábado, para prestar a última homenagem ao rei Bhumibol Adulyadej, f

PUBLICIDADE

Dezenas de milhares de tailandeses aguardam longas horas em filas, sob um calor abrasador, mais de trinta graus previstos para este sábado, para prestar a última homenagem ao rei Bhumibol Adulyadej, falecido esta quinta-feira.

The Nation, October 15, 2016https://t.co/tslrEgSqBApic.twitter.com/csiJxzVMof

— The Nation Thailand (@nationnews) 15 de outubro de 2016

Temperaturas elevadas que não demovem os tailandeses de se despedir do monarca que todos estimavam, mesmo que tenham de esperar dias para o fazer:

“Posso suportar o calor, não me parece difícil, nem mesmo ouvindo as autoridades dizer que talvez tenha de esperar sete dias. Espero o tempo que for necessário para entrar”, afirma Nichjanan Munjing, residente de Banguecoque.

“Vim apresentar as minhas condolências e estou disposto a ajudar como puder, distribuindo água, leques ou inaladores à base de plantas, porque está muito quente aqui fora”, adianta Orawan Banditwilai, outra moradora da capital tailandesa

PM Lee Hsien Loong pays respects to late King at Thai Embassy: SINGAPORE – Prime Minister Lee Hsien Loong pai… https://t.co/yytWn9n9vs

— The Nation Thailand (@nationnews) 15 de outubro de 2016

Rei morto mas não rei posto, as autoridades tailandesas já fizeram saber que haverá um regente durante o período de luto. A reputação do príncipe herdeiro, os escândalos em que se viu envolvido, não jogam a seu favor. Diz-se mesmo que os tailandeses preferiam a irmã.

O regente é um militar reformado, de 96 anos. Foi Primeiro-ministro entre 1980 e 1988. Atualmente era chefe do Conselho Privado do Rei.

Privy Council President Prem Tinsulanonda, 96, an ex PM, will be regent before Thai crown prince ascends the throne https://t.co/DR2fGIeFfKpic.twitter.com/wHiqZM2erC

— China Xinhua News (@XHNews) 15 de outubro de 2016

Foi acusado pelo primeiro-ministro deposto, Thaksin Shinawatra, de ser o mentor do golpe de Estado de 2006.

Mourning ceremonies at official halls around country. https://t.co/L0T7bnvbMV

— The Nation Thailand (@nationnews) 15 de outubro de 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tailândia enfrenta problemas com macacos urbanos

Líder do Malawi pede investigação independente à morte do vice-presidente em acidente de aviação

Em apenas uma semana, três turistas desaparecidos nas ilhas gregas foram encontrados mortos