Faleceu astrónomo que descobriu cometa da missão Rosetta

Faleceu astrónomo que descobriu cometa da missão Rosetta
De  Rodrigo Barbosa
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O astrónomo ucraniano Klim Churyumov faleceu este sábado aos 79 anos.

PUBLICIDADE

O astrónomo ucraniano Klim Churyumov faleceu este sábado aos 79 anos. Se o nome ou o rosto podem não ser do conhecimento de muitos, já o legado do cientista goza de fama internacional.

Em 1969, juntamente com a colega Svetlana Guerasimenko, descobriu o cometa 67P, que viria a tornar-se, em 2014, no destino da missão da sonda Rosetta, da Agência Espacial Europeia, com o objetivo de ampliar os conhecimentos sobre a formação do Sistema Solar.

Na internet e, em particular, nas redes sociais, multiplicam-se as homenagens ao astrónomo ucraniano.

We are saddened to learn of the death of Klim Churyumov, who discovered #Rosetta’s comet #67P with Svetlana Gerasimenko https://t.co/4HE2MIq9Pk

— ESA (@esa) 15 octobre 2016

На 80-м году жизни скончался всемирно известный астроном, исследователь и открыватель комет Клим Иванович Чурюмов – https://t.co/e9WdhWfbdj. pic.twitter.com/IyTqtcHp7D

— РОСКОСМОС (@roscosmos) 15 octobre 2016

A morte de Churyumov ocorre apenas duas semanas depois do fim da missão Rosetta: a 30 de setembro, a sonda da Agência Espacial Europeia, lançada em 2004, despenhou-se de forma controlada na superfície do cometa 67P. O fim de uma odisseia espacial, mas apenas o início da aventura científica: atualmente, apenas 5 por cento dos dados recolhidos pela missão foram analizados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rosetta: "Perdemos um membro da família mas vamos poder decifrar os mistérios do sistema solar"

Missão Rosetta: Crónica de um fim anunciado

Astronautas da sexta missão da SpaceX da NASA regressaram à Terra