EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

ONU: Ban Ki-moon afasta Comandante das forças de paz no Sudão do Sul

ONU: Ban Ki-moon afasta Comandante das forças de paz no Sudão do Sul
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, ordenou o afastamento do Comandante das forças de paz das Nações Unidas no Sudão do Sul, o general queniano Johnson Mogoa Kimani…

PUBLICIDADE

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, ordenou o afastamento do Comandante das forças de paz das Nações Unidas no Sudão do Sul, o general queniano Johnson Mogoa Kimani Ondieki.

eNCA | UN peacekeeping commander fired in S Sudan https://t.co/ZpHe7ObsOopic.twitter.com/YERKtN79Zi

— eNCA (@eNCA) November 1, 2016

UN commander sacked in S. Sudan for failure to protect civilians. https://t.co/WCndxHRxWmpic.twitter.com/8SyXQogvkU

— Daily Nation (@dailynation) November 1, 2016

A medida surge na sequência de um relatório, revelado, esta terça-feira, que diz que os capacetes azuis não responderam adequadamente quando, em julho, em Juba, começaram os combates entre as forças do presidente Salva Kiir e soldados do rival Riek Machar.

“A Investigação especial constatou que a UNMISS não respondeu eficazmente à violência, devido a uma falta geral de liderança, preparação e integração entre os vários componentes da missão,” revelou o porta-voz do Secretário Geral das Nações Unidas, Stephane Dujarric

As forças das Nações Unidas não responderam a um ataque de tropas governamentais contra civis que se encontravam num hotel da capital, Juba, quando havia uma unidade da ONU a aproximadamente 1 quilómetro.

Durante o ataque, civis foram assassinados, sujeitos a violência sexual e atos de tortura perpetrados por soldados do governo.

UNMISS Protection of Civilian sites | Update No.141 | https://t.co/6CYeWrpE6wunmissmedia</a> <a href="https://t.co/PtBDbWgxhT">pic.twitter.com/PtBDbWgxhT</a></p>&mdash; UNMISS (unmissmedia) November 1, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

ONU confirma a detenção de 11 funcionários no Iémen

Rebeldes Houthi detêm pelo menos 9 membros da ONU, dizem as autoridades

Prosseguem os combates em Gaza apesar da decisão do TIJ que obriga Israel a pôr termo à ofensiva em Rafah