Última hora
This content is not available in your region

Conselheiros de Merkel recomendam lutar contra Brexit

Conselheiros de Merkel recomendam lutar contra Brexit
Tamanho do texto Aa Aa

Mais que consequências negativas a nível económico, o Brexit pode ser muito prejudical a nível político. Esta é a principal conclusão de um relatório feito pelos conselheiros económicos do governo alemão. No documento divulgado esta quarta-feira, o grupo de especialista que apoia o executivo de Merkel garante que “os grandes problemas estão relacionados com as conseqüências políticas resultantes de um possível Brexit. Na nossa opinião, vale a pena lutar para que, no final, o Brexit não aconteça”, como explica Christoph Schmidt, o porta-voz dos conselheiros.

Mas o conselho pode não ser seguido pela chanceler alemã. Angela Merkel considera já é um dado adquirido a saída do Reino Unido da União Europeia. A chanceler defende que se avance para uma negociação amigável para evitar o riscos de contágio. “Temos de manter os 27 Estados-membros unidos, não podemos fugir aos padrões de forma a que cada um escolha só o que lhe interessa. Esse é o desafio agora”, afirmou Merkel

No Reino Unido, para já as consequências ainda não são muito visíveis. Mas Crispin Odey, gestor de fundos de investimento, que apoiou a campanha pelo Brexit, agora diz que o mercado de ações britânico pode perder até 80% na sequência da saída da União Europeia. Esta previsão foi divulgada um nota enviada aos clientes. O gestor alerta ainda para a elevada probabilidade de a economia britânica entrar em recessão.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.