Síria: Assad recusa proposta da ONU para Aleppo

Síria: Assad recusa proposta da ONU para Aleppo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O enviado especial da ONU para a Síria expressou a “indignação internacional” contra os bombardeios do regime sírio sobre a zona leste de Aleppo.

PUBLICIDADE

O enviado especial da ONU para a Síria expressou a “indignação internacional” contra os bombardeios do regime sírio sobre a zona leste de Aleppo. Após várias reuniões em Damasco, Staffan de Mistura confirmou que o regime de Bachar al-Assad rejeitou uma proposta para que os rebeldes administrem de forma autónoma a área de Aleppo que controlam.

O Ministro dos Negócios estrangeiros sírio explica: “Não é aceitável deixar umas 275 mil pessoas como reféns entre as mãos de seis ou sete mil homens armados, e não há governo no mundo que aceite isso”.

Os combates prosseguem e fazem novas vítimas civis dos dois lados do conflito em Aleppo. No Leste da cidade, uma bomba matou uma família de seis pessoas. Os ataques rebeldes mataram também oito crianças na escola de Saria Hasoun, no distrito de al-Farqan, segundo o Observatória e a TV estatal síria. Centenas de pessoas foram mortas desde terça-feira nesta que é uma das semanas mais sangrentas desde o início do conflito.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Meninos resgatados dos escombros em Alepo

Síria: Hospitais fora de serviço em Alepo oriental

Israel lança ataque contra Damasco e faz dois mortos