Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Hutis formam governo no Iémen

Hutis formam governo no Iémen
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Contra a esperança da ONU, o Governo Houthi entra em funções.

Num conflito armado interno no Iémen e com o alegado apoio do Irão, as milícias xiitas Huti, criaram um governo encabeçado por Abdel Aziz Bin Habtour.

A entrada em funções do executivo é visto pelas Nações Unidas como um novo obstáculo aos esforços de paz para os 20 meses de um sangrento conflito.

Diplomatas esperavam que os rebeldes aderissem a um governo de unidade.

Um residente da ocupada Sana, comenta: “Foi necessário formar um governo e temos que resistir tal com temos vindo a fazer desde há dois anos. Um governo tem que ser formado e o Iémen é rico com os seus homens, os intelectuais, pessoas cultas e instruídas, que percebem o que devem fazer em benefício do povo”.

No fim de semana, um bombardeamento levado a cabo pela coligação liderada pela arábia saudita, em apoio ao presidente Abd-Rabbu Mansour Рadi, reconhecido pela comunidade internacional, provocou a morte a pelo menos 13 civis na cidade portuária de Hodeida .

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), já morreram pelo menos sete mil pessoas e mais de 36 mil foram feridas em quase dois anos.