EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Obras primas roubadas regressam a casa

Obras primas roubadas regressam a casa
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Terminou a saga dos 17 quadros roubados de Verona em Itália no ano passado.

PUBLICIDADE

Terminou a saga dos 17 quadros roubados de Verona em Itália no ano passado. Foram devolvidos pela Ucrânia.

As obras-primas de Rubens, Tintoretto e Mantegna e outros autores tinham sido roubadas em novembro de 2015 por três homens armados do Museu de Arte de Verona.

Em maio deste ano foram descobertos pela polícia fronteiriça ucraniana dentro de sacos de plástico numa ilha do rio Dniester, fronteira natural com a Moldávia, para onde iam ser contrabandeados.

Na cerimónia de entrega, o Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko referiu que “roubar arte de uma cidade é o mesmo que lhe arrancar o coração”.

Ukraine conveyed 17 paintings of Italian artists saved by Ukrainian law enforcers and border guards to Italy https://t.co/jdMGjU7jYK

— Dario Franceschini (@dariofrance) December 21, 2016

Na cerimónia em Kiev esteve o ministro italiano da cultura. Já em Verona, Dario Franceschini anunciou a criação de uma lei específica para o crime contra o património cultural com penas muito severas.

Os quadros estavam avaliados em 17 milhões de euros.

Seis pessoas foram condenadas em Itália pelo furto. Dois indivíduos estão a ser julgados na Moldávia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Rock em tempo de guerra

Europa atingida por inundações no Norte e ondas de calor no Sul

Chuvas torrenciais provocam inundações e caos no norte de Itália