Pequim decide criar uma "polícia do ambiente"

Pequim decide criar uma "polícia do ambiente"
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O manto espesso de poluição que cobre Pequim teima em permanecer, numa altura em que as autoridades prolongam o alerta laranja, o segundo mais elevado na escala de poluição…

PUBLICIDADE

O manto espesso de poluição que cobre Pequim teima em permanecer, numa altura em que as autoridades prolongam o alerta laranja, o segundo mais elevado na escala de poluição atmosférica. Outros pontos do país também se encontram numa situação crítica, mas as atenções centram-se agora nas medidas que a capital da China vai tomar.

E o presidente da Câmara de Pequim, Cai Qi, traçou um plano porque não há tempo a perder: é necessário reduzir a frota automóvel mais antiga em 300 mil unidades, restringir as emissões provocadas pela produção de eletricidade e desenvolver as energias limpas de forma a diminuir o uso do carvão em 30%. O autarca pretende ainda formar uma divisão policial destinada exclusivamente a penalizar aqueles que não cumpram as novas regras ambientais. Uma das frentes de combate prioritárias é a incineração ilegal de lixo.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

População da China diminui pelo segundo ano consecutivo

Sobreviventes enfrentam o frio após sismo que matou 131 pessoas na China

Sismo no noroeste da China faz mais de 100 mortos