México: assinatura de acordo para evitar inflação depois de subida nos preços dos combustíveis

México: assinatura de acordo para evitar inflação depois de subida nos preços dos combustíveis
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governo mexicano anunciou a assinatura de um acordo com empresas, sindicatos e organizações de agricultores para evitar aumentos nos preços de produtos de base, depois das subidas nos combustíveis q

PUBLICIDADE

O governo mexicano anunciou a assinatura de um acordo com empresas, sindicatos e organizações de agricultores para evitar aumentos nos preços de produtos de base, depois das subidas nos combustíveis que degeneraram em protestos violentos em vários pontos do país.

O texto foi, no entanto, rejeitado pela poderosa confederação patronal COPARMEX.

O presidente Enrique Peña Nieto afirmou que “será feito tudo o necessário para que os ajustes nos preços dos combustíveis tenham o menor impacto possível nas finanças familiares. O México tem hoje uma economia forte, dinâmica e competitiva”.

O quotidiano no México está marcado, há mais de uma semana, por protestos na capital e noutras cidades contra a subida dos preços dos combustíveis, da ordem dos 20 por cento, decidida no início do ano pelo governo, com vista à liberalização do setor, a partir de março.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Ativistas dos direitos dos animais protestam contra touradas no México

Dezenas de manifestantes anti-NATO entram em confronto com a polícia em Nápoles

Protestos convocados à medida que a Geórgia revive polémica lei sobre 'agentes estrangeiros'