Governador de Istambul diz que autor do ataque no fim de ano confessou o crime

Governador de Istambul diz que autor do ataque no fim de ano confessou o crime
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O governador de Istambul diz que o presumível autor do atentado numa discoteca desta cidade turca, na noite de passagem de ano, confessou o crime.

PUBLICIDADE

O governador de Istambul diz que o presumível autor do atentado numa discoteca desta cidade turca, na noite de passagem de ano, confessou o crime.

Depois de duas semanas de buscas, o homem acabou detido, na última segunda-feira, pela polícia.

A agência de notícias estatal Anadolu diz que o alegado atacante não foi o único detido. Terão sido também presos um homem do Quirguistão e três mulheres, uma egípcia, uma senegalesa e outra somali.

Nos dias anteriores tinham sido já detidas dezenas de outras pessoas, alegadamente, ligadas a este ataque.

O homem, originário do Uzbequistão, foi detido em casa, onde vivia com o filho, de acordo com os meios de comunicação turcos.

No apartamento do principal suspeito, ao qual a polícia fez buscas, foi encontrada uma soma astronómica de dólares e uma arma, entre outras coisas:

“O importante é que a pessoa que cometeu este horrendo ataque foi capturada. Resta saber quem são, de facto, as pessoas por detrás deste atentado”, afirmou o Primeiro-ministro turco, Binali Yildirim.

No ataque, que ocorreu no clube Reina, em Istambul, foi utilizada uma arma automática. Morreram 39 pessoas. A autoria do atentado foi reivindicada pelo grupo Estado Islâmico.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Quem são as vítimas do ataque terrorista de Istambul?

Principais ataques terroristas na Turquia

PKK reivindica atentado terrorista em Ancara