A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

México diz que imposto sobre produtos não pagará muro com os EUA

México diz que imposto sobre produtos não pagará muro com os EUA
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O México diz que uma eventual taxa sobre os produtos que exporta para os Estados Unidos não servirá para pagar o muro pretendido por Donald Trump na fronteira entre os dois países e que está a alimentar as tensões com o homólogo, Enrique Peña Nieto.

O presidente mexicano anulou a visita prevista para o fim do mês a Washington. O seu ministro dos Negócios Estrangeiros, Luis Videgaray, que estava na capital norte-americana para preparar a deslocação, reagiu à proposta evocada pelo porta-voz de Trump, de um imposto de 20 por cento sobre os produtos mexicanos, afirmando que “não é a forma de obrigar o México a pagar por um muro. Seria o consumidor norte-americano quem pagaria, porque [vários] produtos nos Estados Unidos se tornariam mais caros”.

Nieto condenou uma iniciativa que “afasta” os dois países vizinhos, depois da assinatura de um decreto executivo que lança, simbolicamente, o projeto de construção do muro. Reforçando a polémica, Trump comparou o seu muro com o erguido por Israel com a intenção de evitar ataques terroristas, mas criticado por isolar populações palestinianas.