EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Síria: Os combates antes das conversações de paz

Síria: Os combates antes das conversações de paz
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias com Reuters; AFP
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Intensificaram-se, nos últimos dias, os confrontos entre as forças governamentais, os rebeldes e os jihadistas, na Síria.

PUBLICIDADE

Intensificaram-se, nos últimos dias, os confrontos entre as forças governamentais, os rebeldes e os jihadistas, na Síria.

Um grupo de jihadistas, ligado ao autoproclamado Estado Islâmico atacaram, de surpresa, uma fação moderada de rebeldes sírios, nos Montes Golã, no sul do país.

No norte, as Forças Democráticas Sírias, apoiadas pela Força Aérea dos Estados Unidos da América, lançaram uma grande ofensiva contra Raqqa, o bastião do Daesh na Síria.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, as milícias tentam cortar as linhas de abastecimento dos jihadistas entre Raqqa e Deir Ezzor.

Nos arredores de Damasco, as forças governamentais lançaram um ataque contra os rebeldes. Segundo uma fonte médica, citada pela Reuters, pelo menos 16 pessoas morreram.

Syrian government forces escalated their bombing campaign around Damascus, raining shells down on rebel territory https://t.co/8cIfYMmEnv

— AFP news agency (@AFP) February 21, 2017

O escalar dos combates ocorre a poucos dias do início de mais uma ronda de negociações de paz para a Síria. As delegações do Governo de Bashar al-Assad e da oposição reúnem-se em Genebra, na Suíça, no dia 23 de fevereiro, sob a égide das Nações Unidas, para encontrar uma solução para o conflito na Síria.

Syria: Make Human Rights Priority of Geneva Talks https://t.co/g4e9eNEeJq

— Human Rights Watch (@hrw) February 20, 2017

Com: Reuters; AFP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Três turistas espanhóis mortos a tiro no Afeganistão

Arménios pedem renúncia de Pashinian por causa do “conflito entre povos fronteiriços”

Ataque terrorista de Moscovo: tribunal rejeita recurso de um dos suspeitos