EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

ONU acusa Turquia de violar Direitos Humanos dos militantes curdos

ONU acusa Turquia de violar Direitos Humanos dos militantes curdos
Direitos de autor 
De  Miguel Roque Dias com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Organização das Nações Unidas acusou o Governo da Turquia de cometer graves violações dos Direitos Humanos em operações contra militantes curdos, desde o fim do cessar-fogo, em…

PUBLICIDADE

A Organização das Nações Unidas acusou o Governo da Turquia de cometer graves violações dos Direitos Humanos em operações contra militantes curdos, desde o fim do cessar-fogo, em 2015.Segundo um relatório, divulgado esta sexta-feira, as “operações de segurança do Governo”, no sudeste da Turquia, fizeram com que entre 335 mil e 500 mil pessoas, sobretudo curdas, tenham sido obrigadas a abandonar as suas casas.

New report: Massive destruction & serious human rights violations since July 2015 in southeast #Turkeyhttps://t.co/Z3NTEFu7eZpic.twitter.com/tL51p9LJvp

— UN Human Rights (@UNHumanRights) March 10, 2017

O documento diz, ainda, que há evidências de “destruição massiva, homicídios e numerosas violações graves dos Direitos Humanos cometidos entre julho de 2015 e dezembro de 2016.”

“Parece que nenhum suspeito foi detido e nenhum indivíduo foi processado pelas violações ocorridas durante este período. O Governo da Turquia tem, repetidamente, falhado em dar-nos acesso, mas, no entanto, contestou a veracidade das acusações, muito graves, incluídas neste relatório”, afirma o porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, Rupert Colville.

Centenas de mortes ilegais e a destruição de quase 1800 edifícios são algumas das denúncias do documento.

O Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, que Ancara não autorizou a entrar na zona, realizou o relatório tendo por base imagens de satélite da Organização, entrevistas com as vítimas, testemunhas ou familiares, e em informações de Organizações Não Governamentais.

Com: AFP

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Líderes dos rivais regionais Grécia e Turquia reúnem-se para estreitar relações

Responsáveis da discoteca que ardeu em Istambul detidos para interrogatório

Incêndio em discoteca de Istambul faz dezenas de mortos