Ahmed Ahmed sucede a Issa Hayatou como presidente da CAF

Ahmed Ahmed sucede a Issa Hayatou como presidente da CAF
De  Francisco Marques
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O líder da Federação dos Camarões liderava a confederação africana de futebol desde 1988 e era o favorito, mas 34 federações preferiram mudar para o líder da congénere de Madagáscar.

PUBLICIDADE

Ahmed Ahmed é o novo presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF). Antigo futebolista e treinador, aos 57 anos, o presidente da Federação de Madagáscar ganhou a corrida a Issa Hayatou, o homólogo dos Camarões que desde 1988 estava à frente da CAF e que há ano e meio fez a ponte na liderança da FIFA entre Sepp Blatter e Gianni Infantino

“Quando nos propomos a fazer alguma coisa é porque temos capacidade para isso. Se não o conseguisse, não me teria candidatado”, disse Ahmed, em referência à campanha que promoveu, na qual prometia concretizar uma “grande mudança” no modo de funcionamento da CAF.

Ahmed Ahmed of Madagascar is the new CAF president #CAFGA2017

— CAF (@CAF_Online) 16 de março de 2017

Apesar de implicado num recente processo de corrupção aberto no Egito e de ter feito parte do executivo das FIFA ligado a um escândalo de corrupção em alta escala, Hayatou, de 70 anos, era apontado como o favorito, mas apenas conseguiu o voto de 20 das 54 federações africanas de futebol.

As restantes 34 elegeram Ahmed Ahmed e colocaram um ponto final na longa liderança de Hayatou, um dirigente que chegou inclusive a ocupar o lugar de presidente interino da FIFA quando o mandato de Sepp Blatter foi suspenso há ano e meio e o organismo que lidera o futebol mundial bateu no fundo.

Results of the election: Ahmed Ahmed: 34 votes
Issa Hayatou: 20 votes #CAFGA2017

— CAF (@CAF_Online) 16 de março de 2017

O atual presidente da FIFA, Gianni Infantino, também esteve presente na 39.a assembleia geral ordinária da CAF, realizada em Adis-Abeba, na Etiópia, e onde também se assinalaram os 60 anos da confederação africana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeira africana na final do torneio de Wimbledon

Primeira árabe e africana nas meias finais de Wimbledon

Suspenso presidente da Confederação Africana de Futebol