EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

May defende na Escócia "unidade" do Reino Unido

May defende na Escócia "unidade" do Reino Unido
Direitos de autor 
De  Rodrigo Barbosa com AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A dois dias de lançar o processo de saída da União Europeia, a primeira-ministra britânica foi a Glasgow para defender a necessidade de manter a “unidade” no Reino Unido e sublinhar à chefe do governo

PUBLICIDADE

A dois dias de lançar o processo de saída da União Europeia, a primeira-ministra britânica foi a Glasgow para defender a necessidade de manter a “unidade” no Reino Unido e sublinhar à chefe do governo escocês que “não é o bom momento” para reclamar a independência.

Foi o primeiro encontro desde que Nicola Sturgeon anunciou a intenção de convocar um novo referendo sobre a autodeterminação, no fim de 2018 ou início de 2019.

A primeira-ministra escocesa diz que “pensava, com base nos relatos dos media, que [Theresa May] vinha oferecer algo no sentido de mais poderes, mas não foi o caso. Não houve qualquer garantia real de que os poderes, quando regressarem de Bruxelas […], não serão centralizados em Westminster”.

Se, por um lado, Sturgeon afirmou que o diálogo com May foi cordial, por outro sublinhou que não permitiu qualquer avanço notável.

Antes do encontro, a primeira-ministra britânica defendia que “no momento em que o Reino Unido sai da União Europeia e forja um novo papel no mundo, a força e a estabilidade [do país] tornar-se-ão ainda mais importantes”.

Sturgeon aproveitou a decisão de May de abandonar o mercado único para reivindicar um novo referendo à independência, dois anos depois da consulta de setembro de 2014, quando 62 por cento dos escoceses votaram para permanecer no bloco comunitário. Segundo Sturgeon, o chamado “Brexit duro” ameaça dezenas de milhares de empregos na Escócia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Primeiro-ministro da Escócia demite-se

Mais de mil tochas acesas na celebração Viking no Reino Unido

Vagas de calor ameaçam salmões escoceses