EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Predidenciais: Benoît Hamon apela à união da Esquerda

Predidenciais: Benoît Hamon apela à união da Esquerda
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Benoît Hamon, o candidato presidencial do Partido Socialista Francês, apelou à união de toda a esquerda.

PUBLICIDADE

Benoît Hamon, o candidato presidencial do Partido Socialista Francês, apelou à união de toda a esquerda.

O pedido surgiu depois do antigo primeiro-ministro socialista Manuel Valls ter anunciado que no escrutínio presidencial, em abril, vai votar em Emmanuel Macron devido ao risco de vitória de Marine Le Pen, candidata da extrema-direita.

Hamon condenou, duramente, o anúncio de Valls.

“Cidadãos da Esquerda, peço-vos para punirem aqueles que se prestam a este jogo mórbido e peço, ao mesmo tempo, para virarem a página da velha política, virarem as costas àqueles políticos que não acreditam em nada e mudam consoante o vento”, acusou o candidato socialista.

O apoio dos socialistas a Benoît Hamon e os ataques ao anúncio de Valls foram-se sucedendo nas redes sociais.

Exemplo disso, o comentário no Twitter de Arnaud Montebourg, antigo ministro da Economia.

Chacun sait désormais ce que vaut un engagement signé sur l'honneur d'un homme comme Manuel Valls : rien. Ce que vaut un homme sans honneur.

— ☰ Arnaud Montebourg (@montebourg) March 29, 2017

No entanto, as divisões internas do partido fizeram com que vários socialistas manifestassem apoio a Emmanuel Macron.

As eleições presidenciais francesas estão marcadas para 23 de abril.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

AD sem maioria: futuro do Governo português nas mãos do PS e Chega

O dia seguinte às eleições. Como reagiram os portugueses aos resultados?

AD ganha com vantagem mínima para o PS. Chega é o grande vencedor da noite