Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Jacob Zuma face à garra da oposição

Jacob Zuma face à garra da oposição
Tamanho do texto Aa Aa

Dezenas de milhares de pessoas manifestam nas ruas de Pretória para exigir a demissão do presidente sul-africano, Jacob Zuma.

Trata-se de uma nova acção de protesto da oposição, antes da votação de uma moção de censura no parlamento.

A menos de uma semana após a primeira vaga de manifestações em várias cidades da África do Sul, uma marcha atravessa a capital para terminar junto à sede do governo, com os participantes a pedirem a demissão do presidente.

“Se não querer Zuma é racismo, então somos racistas. Se não querer Zuma è receber dinheiro de pessoas brancas então recebemos dinheiro de pessoas brancas, estamos orgulhosos de ter recebido esse dinheiro de pessoas brancas, porque quem financia a luta contra a corrupção é patriota.”

A manifestação é liderada por militantes da Aliança Democrática (DA) e dos Combatentes pela Liberdade Económica (EFF), os dois principais partidos contra o Congresso Nacional Africano (ANC) no poder.

Implicado numa série de casos de corrupção, o chefe de Estado enfrenta uma nova vaga de agitação política desde a remodelação do governo feita a 30 de Março.

A demissão do ministro das Finanças Pravin Gordhan, que se opunha a Zuma em nome da transparência da gestão dos fundos públicos, provocou a cólera da oposição e a degradaçáo da classificação financeira da África do Sul.

A remodelação provocou também uma crise aberta no seio do ANC.

Zuma acusa os manifestantes de serem “racistas”, embora nas manifestações tenham estado representadas todas as etnias, religiões e culturas do país.

O ANC, que dispõe de uma confortável maioria de 249 lugares em 400 no parlamento, prometeu rejeitar a moção de censura, cuja votação está prevista para o próximo dia 18.