EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Turquia ataca decisão do Conselho da Europa

Turquia ataca decisão do Conselho da Europa
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa colocou a Turquia numa lista de países sob monitorização.

PUBLICIDADE

O fantasma da fraude paira sobre o referendo do dia 16, na Turquia, que reforçou os poderes do presidente Recep Tayyip Erdoğan.

A Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa colocou a Turquia numa lista de países sob monitorização, depois das acusações de irregularidades, em especial a aceitação de boletins de voto não carimbados.

A decisão do Conselho da Europa, com sede em Estrasburgo, foi já criticada pelo chefe da diplomacia turca, Mevlüt Çavuşoğlu, que considera esta “uma decisão injusta, tomada com motivações políticas”.

O Conselho de Estado, mais alta instância jurídica da Turquia recusou um recurso do principal partido da oposição a pedir uma recontagem, eliminando os boletins não carimbados e um adiamento do anúncio dos resultados definitivos, o que deve acontecer dentro de poucos dias. Os resultados preliminares apontam para uma vitória do “sim”, por 51,4%. Foi um referendo organizado em pleno estado de emergência, oito meses depois da tentativa de golpe de Estado contra Erdoğan.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turquia: sair ou ficar para lutar?

Comissão Europeia pede à Turquia para investigar "alegadas irregularidades"

Líderes dos rivais regionais Grécia e Turquia reúnem-se para estreitar relações