Cólera já matou dezenas no Iémen

Cólera já matou dezenas no Iémen
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Segundo a Cruz Vermelha, o número de pessoas infetadas terá triplicado em apenas uma semana.

PUBLICIDADE

O Iémen está a debater-se com uma epidemia de cólera que matou já várias dezenas de pessoas. As autoridades na capital, Sanaa, controlada pelos rebeldes Houthis, declararam o estado de emergência. Segundo a Cruz Vermelha, o número de pessoas infetadas terá triplicado em apenas uma semana e deve rondar agora as 8500 pessoas.

A fome e a guerra civil, aliadas às condições mais que precárias da população, estão a ajudar a doença a espalhar-se. Só uma pequena parte das instalações médicas do país está em funcionamento e dois terços da população do Iémen não tem acesso a água potável, segundo a ONU.

O país vive, há mais de dois anos, uma guerra civil entre os rebeldes Houthis, apoiados pelo Irão, e uma coligação internacional de apoio ao governo no exílio, liderada pela Arábia Saudita.

WHO is supporting #Yemen‘s health authorities to set up oral rehydration therapy corners to treat mild/ moderate dehydration due to diarrhea pic.twitter.com/o9rzbwSGxB

— WHO Yemen (@WHOYemen) May 13, 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

EUA avisam que não vão parar ataques contra militantes apoiados pelo Irão no Iraque e na Síria

Tripulação apaga incêndio em petroleiro atingido por míssil Houthi ao largo do Iémen

Os Houthis são o modelo dos atores não estatais do século XXI