Primeira visita de Trump ao Médio Oriente e Europa

Primeira visita de Trump ao Médio Oriente e Europa
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

Uma “viagem com significado histórico para o povo americano”. Foi assim que Donald Trump descreveu a sua primeira viagem além mar enquanto presidente dos Estados Unidos.

Ríade, na Arábia Saudita, é a primeira paragem, aquela a que Trump também chamou “o coração do mundo muçulmano” e onde, disse, se dirigirá a uma “histórica reunião de líderes de mais de 50 nações muçulmanas”.

Great to be in Riyadh, Saudi Arabia. Looking forward to the afternoon and evening ahead. #POTUSAbroadpic.twitter.com/JJOra0KfyR

— Donald J. Trump (@realDonaldTrump) May 20, 2017

No discurso semanal de sexta feira, Trump dirigiu-se assim aos americanos: “Compatriotas americanos, este fim de semana começo a minha primeira viagem além mar como presidente – uma viagem com significado histórico para o povo americano. Estarei a visitar outros líderes em muitos países diferentes, a fazer novas parcerias e a unir o mundo civilizado numa luta contra o terrorismo.”

A Arábia Saudita a promover Ríade não apenas como capital do reino mas também como capital do mundo árabe e muçulmano e ainda da transformação económica da região, dizem alguns analistas políticos sauditas como Salman Al Ansari: “Há esta espécie de impulso enorme, há uma muito positiva energia que salta dos media sauditas no que toca à visita de Trump ao reino. E isso é muito perceptível porque é de facto uma visita histórica, algo que nunca aconteceu antes, sem precedentes.”

Para além do Rei Salman al-Saud e líderes do Golfo na Arábia Saudita, Trump visitará Israel, onde reunirá com o primeiro-ministro israelita e ainda com o presidente da Autoridade Palestiniana, em Belém, e o Vaticano, onde será recebido pelo Papa Francisco. A agenda conta ainda com Bruxelas, com a NATO, e a Sicília, com a cimeira dos G7. Três religiões e negócios numa semana cheia.

Rei saudita considera que visita de Trump contribui para a segurança global https://t.co/GqcYhkl1ac

— Diário de Notícias (@dntwit) May 20, 2017

Antes de terminar o discurso semanal na véspera de aterrar em Ríade, pedindo a benção para os americanos e para os Estados Unidos, Trump não deixa de citar as peculiaridades de uma parceria elevada a amizade: “Também me comprometi quanto aos nossos parceiros terem de mostrar que so nossos parceiros, têm de mostrar que são amigos e têm de contribuir financeiramente para o tremendo encargo – o dinheiro que estamos a gastar – que é enorme, é tanto, e não é justo para a nossa nação. Eles têm de ajudar e estou certo de que o farão. De facto estou entusiasmado acerca de novas possibilidades de paz e prosperidade – espero que também o estejam.”

President Donald “I think Islam hates us” Trump to give a speech about Islam in Saudi Arabia during Ramadan.

Can’t make this shit up.

— Wajahat Ali (@WajahatAli) May 16, 2017

Três religiões – islamismo, judaísmo e cristianismo – e negócios que começam numa semana cheia para Donald Trump.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arábia Saudita realiza cimeira de emergência sobre conflito em Gaza

Organização Mundial do Turismo quer promover destinos desconhecidos

Mitrovic destaca ambiente nos jogos e antecipa mais estrelas na Liga saudita