Tribunal apoia expropriação da casa onde Hitler nasceu

Tribunal apoia expropriação da casa onde Hitler nasceu
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O edifício será agora remodelado para albergar uma instituição de caridade.

PUBLICIDADE

O Tribunal Constitucional da Áustria apoiou a decisão do Governo de Viena e decretou a expropriação da casa onde Adolfo Hitler nasceu, no dia 20 de abril de 1889, em Braunau am Inn, perto da fronteira com a Alemanha.

O edifício será agora remodelado para albergar uma instituição de caridade.

A decisão do tribunal surgiu na sequência de uma queixa da antiga proprietária, Gerlinde Pommer, que discordou da expropriação da casa, pelo Estado, em dezembro 2016.

Austria: Constitutional Court backs state seizure of Hitler’s house https://t.co/HVrVNwVviC

— Virginia Gilbert (@jennyfrky) June 30, 2017

O Executivo justificou a decisão com o facto de o edifício estar vazio e de pretender evitar que a casa se transforme num santuário nazi.

O advogado de Pommer afirmou que a constituinte pode, ainda, recorrer para o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, em Estrasburgo.

As autoridades austríacas pretendem transformar a casa num centro de acolhimento para crianças com dificuldades de aprendizagem.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Arrancam obras na casa onde nasceu Hitler

Última edição do jornal mais antigo do mundo

Descoberto salão de banquetes em Pompeia