EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Erdogan e milhares de turcos celebram golpe falhado

Erdogan e milhares de turcos celebram golpe falhado
Direitos de autor 
De  Luis Guita
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Milhares de pessoas reuniram-se na Ponte dos Mártires de 15 de julho, em Istambul, este sábado, para participar na comemoração que assinala um ano desde o golpe de Estado falhado no país.

PUBLICIDADE

Milhares de pessoas reuniram-se na Ponte dos Mártires de 15 de julho, em Istambul, este sábado, para participar na comemoração que assinala um ano desde o golpe de Estado falhado no país.

O presidente turco, Tayyip Erodgan, esteve presente na inauguração de um memorial localizado na ponte.

Mais de 240 pessoas morreram antes de a tentativa de golpe ser abafada, a 15 de julho de 2016 – uma demonstração do descontentamento popular que provavelmente acabou com décadas de interferência militar na política turca.

Mas, a par de um crescimento do nacionalismo, o maior legado do golpe tem sido a repressão abrangente que abala a sociedade turca desde então.

Cerca de 150 mil pessoas foram demitidas ou suspensas dos seus empregos no setor público e setor privado e mais de 50 mil foram detidas por alegadas ligações à tentativa de golpe de Estado.

Na sexta-feira (14 de julho), o governo anunciou que tinha despedido mais 7.000 pessoas, polícias, funcionários públicos e académicos, por supostas ligações com a tentativa de golpe.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Prisão prepétua para seis jornalistas turcos

Ancara assinala tentativa de golpe de Estado com mais de sete mil despedimentos

Primeiro contingente de tropas da Alemanha chega a Vilnius para reforçar flanco leste da NATO