EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Muçulmanos mantêm boicote à esplanada das mesquitas

Muçulmanos mantêm boicote à esplanada das mesquitas
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Autoridade muçulmana contesta presença de câmaras de videovigilância que vão substituir os pórticos de segurança retirados esta noite do local por Israel.

PUBLICIDADE

A retirada dos detetores de metais da esplanada das mesquitas em Jerusalém não põe fim à tensão entre israelitas e palestinianos. A Wafq, a autoridade muçulmana que administra o local santo anunciou que não vai pôr fim ao boicote iniciado no dia 14, quando Israel afirma que vai manter um sistema de videovigilância à entrada das instalações.

O governo israelita tinha cedido ontem a mais de uma semana de protestos violentos e pressão diplomática internacional ao substituir os pórticos de segurança da polémica por um sistema de vigilância dito inteligente.

Uma medida que não basta para acalmar a tensão, segundo o Grande Mufti de Jerusalém, Muhammad Ahmad Hussein.

“Nós vamos continuar a rezar nas ruas ao redor da mesquita até que as autoridades religiosas nos autorizem a rezar no interior da mesquita”.

Centenas de fiéis voltaram esta terça-feira a rezar no exterior da esplanada das mesquitas, sem que se registassem novos incidentes. O impasse mantém-se assim no local depois de mais de uma semana de protestos que provocaram a morte de pelo menos cinco palestinianos.

A polícia israelita deteve esta manhã três membros de um partido religioso, depois de desafiarem a proibição de rituais judaicos dentro da esplanada, ao realizarem uma oração fúnebre pelos três israelitas mortos na sexta-feira por um ativista palestiniano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coluna de 120 carros faz manifestação pelos reféns em Israel

Israel expulsa trabalhadores palestinianos para Gaza

Hospitais em Gaza "a caminhar para um desastre absoluto"