Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Tiroteio junto à prisão central de Kinshasa

Tiroteio junto à prisão central de Kinshasa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa

Um tiroteio foi ouvido junto à prisão central de Kinshasa, alvo em maio de ataques que levaram à evasão de detidos, segundo residentes na zona.

“Durante cerca de uma hora ouviram-se disparos em volta da prisão de Makala. Não há circulação, as ruas estão vazias aqui em Selembao”, bairro popular do centro de Kinshasa onde se situa a penitenciária, segundo Emmanuel Cole, um defensor dos direitos dos detidos.

“São tiros de armas ligeiras”, precisou um habitante, que acrescentou que um responsável da polícia foi morto.

Um porta-voz da polícia, coronel Pierrot-Rombaut Mwanamputu, limitou-se a dizer que “passa-se alguma coisa em Selembao” e que a polícia está a tentar “perceber exatamente o que se é”.

Entre maio e julho, a prisão de Makala registou uma série de ataques e evasões e cerca de 4.000 detidos aproveitaram para fugir.

Os ataques ocorrem num contexto de crise política na República Democrática do Congo, dada a continuação no poder do Presidente, Joseph Kabila, cujo mandato terminou a 20 de dezembro de 2016.