Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Tensão no Quénia até à contagem final dos votos

Tensão no Quénia até à contagem final dos votos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Os partidários de Odinga celebram nas ruas dizendo que Odinga está na frente do rival Uhuru Kenyatta. O líder da oposição disse que houve fraude e manipulação eleitoral.

A oposição do Quénia diz que o candidato presidencial Raila Odinga lidera a contagem dos votos das últimas eleições gerais contra o presidente Uhuru Kenyatta. Os altos funcionários da comissão eleitoral dizem que esta informação não é fiável. O clima de tensão continua no país até se ficarem a saber os resultados oficiais.

John Kerry apela para que a discórdia seja resolvida de forma pacífica: “Pedimos a todos os candidatos sejam eles vencedores ou vencidos desta corrida, para trabalharem dentro dos limites da lei, para que possam desafiar qualquer aspeto destas eleições para o qual tenham provas”.

Com as denúncias de fraude e o compasso de espera para a contagem dos votos final a violência regressou às ruas da capital, Nairobi.
Com, aproximadamente, 94% dos resultados já apurados, Odinga surge derrotado, com 44,8% dos votos contra os 54,4% do presidente Uhuru Kenyatta.