A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Protesto pela paz em Guam

Protesto pela paz em Guam
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Um protesto pela paz. Residentes da capital do arquipélago norte-americano de Guam manifestaram-se para rejeitar qualquer tipo de violência e defender o pacifismo. Guam tem estado debaixo de tensão depois da ameaça norte-coreana às ilhas e da guerra de palavras entre Washington e Pyongyang.

Esta é uma reunião pacifica. há muitas pessoas nervosas, têm muitas coisas em mente – a Coreia do norte e as bombas que potencialmente nos podem atingir. Queremos traze-los até aqui para nos unirmos e pensar noutra coisa sem ser o facto de podermos ser bombardeados.

“As pessoas aqui estão pacificas e com amor e não queremos guerra aqui. Não queremos magoar ninguém da coreia do norte e não queremos ser magoados que ninguém no mundo seja magoado. É tempo dos nossos líderes começarem a pensar em maneiras de promover a paz“O chefe do Estado-Maior conjunto dos Estados Unidos, Joseph Dunford, reafirmou a prontidão das Forças Armadas para responder a qualquer provocação norte-coreana, mas assegurou que Washington privilegia a via “diplomática e económica”.

Recorde-se que Pyongyang protestou contra as últimas sanções da ONU, que punem os lançamentos de mísseis, e ameaçou atacar território norte-americano. O Presidente norte-americano prometeu “fogo e fúria”.