Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Polícia britânica deteve um suspeito, no quadro da investigação sobre o atentado em Londres

Polícia britânica deteve um suspeito, no quadro da investigação sobre o atentado em Londres
Tamanho do texto Aa Aa

A polícia britânica deteve no sábado um homem de 18 anos no porto de Dover, e algumas horas depois iniciou buscas numa casa a cerca de 20 km de Londres, no quadro da investigação sobre o atentado com um engenho explosivo no metro de Londres.

Segundo a imprensa britânica, a casa investigada pertence a um casal de idosos condecorados pela rainha por terem acolhido durante muitos anos centenas de crianças.

A polícia não exclui que o atentado tenha sido preparado por mais que uma pessoa:

29” Soundbite, Neil Basu, Deputy Assistant Police Commissioner:

“Nesta fase, não descartamos a possibilidade que haja mais de uma pessoa responsável pelo ataque mantemos várias linhas de investigação a um ritmo acelerado”, disse Neil Basu, o coordenador das unidades anti-terrorismo da Polícia Metropolitana de Londres.

A Ministra do Interior britânica, Amber Rudd, qualificou de muito significativa a detenção do suspeito em Dover, considerando que a polícia está a fazer “grandes progressos”.

A explosão registada na sexta-feira no metro de Londres, na estação de Parsons Green, poderia ter ter tomado proporções muito mais graves, segundo a ministra.

O nível de alerta em território britânico continua na classificação mais elevada, o que representa uma ameaça de ataque iminente.

Mil agentes da polícia reforçam a segurança em todo o país, enquanto um milhar de sodados vigia desde sábado as centrais nucleares e outras infraestructuras estratégicas.