EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Suspeitas da morte de Kim Jong Nam declaram-se inocentes

Suspeitas da morte de Kim Jong Nam declaram-se inocentes
Direitos de autor 
De  Antonio Oliveira E Silva
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Julgamento tem lugar cerca de oito meses depois do ataque levado a cabo no aeroporto malaio de Kuala Lumpur.

PUBLICIDADE

As duas mulheres acusadas do homicídio do irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, declararam-se inocentes perante o Tribunal de Shah Alam, na região metropolitana da capital malaia, Kuala Lumpur. Pyongyang nega qualquer envolvimento, mas o caso deu origem a tensões entre os Governos da Coreia do Norte e da Malásia.

Quem são as duas suspeitas?

Uma cidadã indonésia de 25 anos, Siti Aisyah, e uma cidadã vietnamita, Doan Thi Hong, de 28. Ambas são acusadas da morte de Kim Jong Nam.

Porquê o alegado homicídio de Kim Jong Nam?

O meio-irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, tinha pouco mais de 40 anos e vivia de relações cortadas com família. Segundo os media da região, viveria, com a mulher e o filho, em Macau. Existem suspeitas de que a sua morte se deva ao facto de representar uma ameaça para o irmão mais novo, ao poder assumir a liderança da Coreia do Norte, caso algo acontecesse ao presidente. Por outro lado, Kim Jong Nam criticou publicamente o Governo do seu país em mais do que uma ocasião.

Como terá sido levado a cabo o ataque?

O ataque, filmado por câmaras de segurança do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur, no passado mês de fevereiro, foi levado a cabo com recurso ao gás VX, produto altamente tóxico e banido pelas Nações Unidas, por ser considerado uma arma de destruição massiça. A acusação disse que as suspeitas mostraram intenção de matar a vítima ao “atacá-la pelas costas” e ao esfregar o rosto da mesma com o agente químico.

O que disseram as jovens em sua defesa?

Ambas mulheres dizem que não sabiam que estavam a cometer um homicídio e que pensavam fazer parte de uma brincadeira, organizada por um programa de televisão, e cujo o alvo seria Kim Jong Nam.

Quais poderiam ser as consequências?

O julgamento tem lugar na região de Kuala Lumpur. Ambas suspeitas poderiam ser condenadas à pena de morte, de acordo com a Justiça da Malásia.

Existem outros suspeitos?

Segundo as autoridades malaias, pelo menos outros dois suspeitos, de nacionalidade norte-coreana, são procurados. Um mandato internacional de busca e captura foi emitido pela Interpol. A acusação diz que estes terão ajudado as duas mulheres a levar a cabo o ataque.

O que vai acontecer nos próximos dias?

O processo tem lugar oito meses depois da morte de Kim Jong Nam. O tribunal deverá continuar a ouvir mais testemunhas. Até agora, foram ouvidas, entre outras, uma mulher a quem a vítima terá pedido socorro depois de ter sido pulverizado com o agente químico VX, e um médico do hospital para onde foi levado o irmão de Kim Jong Un, numa ambulância.

Com Reuters

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Todos os 28 arguidos do processo de fraude fiscal "Panama Papers" foram absolvidos

Julian Assange declarado "homem livre" por tribunal norte-americano das Ilhas Marianas

Coreia do Sul quer que Rússia cesse de imediato acordo com Coreia do Norte