A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Teto" da Europa está a derreter

"Teto" da Europa está a derreter
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As imagens de cortar a respiração no grande Glaciar de Aletsch poderão em breve esfumar-se. O aquecimento global está a transformar por completo aquele que é um dos maiores glaciares alpinos. Tem 23 quilómetros de extensão e está localizado no sul do chamado teto da Europa, o monte Jungfrau no vale do alto Rodano, com mais de 30 picos e uma altitude para lá dos 4 mil metros.

É um dos 1800 glaciares suíços. Quase todos estão a apresentar um degelo anormal, uma indicação da sensibilidade destas montanhas geladas às alterações climáticas.

Se o grande Aletsch se derretesse por completo, poderia fornecer um litro de água a cada pessoa durante seis anos.

O glaciar está classificado como património mundial da Unesco.