EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Harvey Weinstein acusado de vários casos de assédio sexual em Hollywood

Harvey Weinstein acusado de vários casos de assédio sexual em Hollywood
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied
PUBLICIDADE

O produtor de cinema Harvey Weinstein ameaça avançar com um processo por difamação contra o New York Times depois do jornal ter revelado que Weinstein tinha sido alvo de queixas de assédio sexual.
De acordo com o New York Times, o produtor que já ganhou um Oscar, com o filme “A Paixão de Shakespeare”, fez pelo menos oito acordos com mulheres após casos de “assédio sexual e contato físico não desejado”.

Entre elas estão duas atrizes, uma modelo e duas assistentes, durante os quase 30 anos de carreira de Weinstein.
As atrizes Ashley Judd e Rose McGowan fazem parte desta lista divulgada pelo jornal.

Harvey Weinstein e o irmão Bob criaram o estúdio de cinema independente Miramax em 1979. Mais tarde foi vendido. Em 2005, criaram a Weinstein Company.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Biden apoia o filho após condenação, mesmo sem indulto. "Estamos orgulhosos do homem que ele é hoje"

Biden chama nações "xenófobas" à Índia e Japão

EUA: estudantes universitários são presos por protestos pró-palestinos