Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

De Madrid para a Catalunha

De Madrid para a Catalunha
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de pessoas marcharam, sábado à tarde, pelas ruas de Madrid, pela unidade espanhola. Olga é catalã e vive, há dez anos, na capital. Ela tem consciência de que parte da responsabilidade do problema é do governo central, ainda assim não quer a independência da Catalunha:

“Estou aqui porque sou a favor de que a Catalunha continue a fazer parte de Espanha. Unidos somos melhores. Só chega a nós parte da informação, parece que na Catalunha toda a gente é independentista, o que é mentira”, afirma Olga Demestres.

Da sua família é a única que vive fora da Catalunha. Dois dos seus três irmãos são a favor da independência. Nas conversas entre a família não se discute política. O companheiro de Olga é de Madrid mas para ela manter as raízes catalãs é imperativo.

“Falo com o meu filho em catalão, porque é a minha língua. Falo com a minha família em catalão. Penso que é uma mais-valia poder fazê-lo, a cultura catalã não é propriedade dos independentistas, os que se sentem catalães e espanhóis também têm direito a falar catalão, a dançar sardanas, a fazer o que faz parte da cultura catalã”, explica Olga.

Olga, que viveu na sua cidade natal, Barcelona, até aos 26 anos, hoje tem 47, regressa sozinha a casa mas não para matar saudades. Parte com um grupo que vai participar numa manifestação, pela unidade de Espanha, na capital da região catalã.