Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

FMI otimista com Portugal e preocupado com Espanha

FMI otimista com Portugal e preocupado com Espanha
Tamanho do texto Aa Aa

O Fundo Monetário Internacional manteve para Portugal a previsão de crescimento económico deste ano nos 2,5 por cento, com um abrandamento para os dois por cento no próximo ano.

Para o Brasil, o FMI reviu em alta o crescimento deste ano, dos 0,2 para os 0,7 por cento. Para 2018, o organismo liderado pela francesa Christine Lagarde antevê um aceleramento do crescimento na ordem dos 1,5 por cento.

O conflito efervescente na Catalunha é a que levanta maiores preocupações no fundo.

“A situação em Espanha é de facto preocupante porque provoca muita incerteza. Tanto para a economia catalã como para a espanhola. Apenas podemos esperar que ambos os lados não se precipitem, mas que negoceiem. Há muitos ganhos potenciais para ambos se o fizerem”, afirmou Maurice Obstfeld, conselheiro económico do FMI, na apresentação do relatório de previsões económicas do organismo, realizado em Washington.

O FMI alerta que uma eventual crise em Espanha poderá enviar ondas de choque sobretudo para Portugal.

Ainda assim, em relação ao desempenho geral da zona euro, o fundo mostra-se otimista e antecipa agora um crescimento acima dos dois por cento para este ano (2,1 por cento) e de 1,9 por cento em 2018 — uma revisão de dois por cento acima da anterior estimativa.