Temperaturas globais continuam a subir

Temperaturas globais continuam a subir
De  Nara Madeira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

É para debater as questões ambientais que está a decorrer, em Bona, na Alemanha, a 23ª conferência da ONU sobre o clima.

PUBLICIDADE

Segundo as Nações Unidas o ano de 2017 deverá estar entre os três com temperaturas mais elevadas, de que há registo. Portugal é, aliás, um dos países onde a seca extrema é um verdadeiro problema.

É para debater as questões ambientais que está a decorrer, em Bona, na Alemanha, a 23ª conferência da ONU sobre o clima. Um evento presidido, este ano pelas ilhas Fiji, ameaçada pela subida do nível do oceano provocada pelo aquecimento global:

“É um sinal importante que as Fiji assumam a presidência este ano. Chama a atenção do público para um dos principais problemas da política climática: os efeitos das mudanças climáticas nos pequenos estados insulares. Concordámos em Paris em limitar o aquecimento global em menos de 2 graus, se possível até mesmo ficar nos 1,5 graus. Este limite tem particular importância para os pequenos estados insulares”, afirmou a ministra do Ambiente alemã, Barbara Hendricks.

Message from #Fiji Prime Minister FijiPM</a> Frank Bainimarama on <a href="https://twitter.com/hashtag/COP23?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#COP23</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/UNFCCC?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#UNFCCC</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/climatesummit?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#climatesummit</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/precop?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#precop</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/Pacific?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#Pacific</a> <a href="https://twitter.com/hashtag/SIDS?src=hash&ref_src=twsrc%5Etfw">#SIDS</a> <a href="https://t.co/21ph0skypP">https://t.co/21ph0skypP</a></p>— James Ellsmoor (jellsmoor) 29 octobre 2017

A 23ª conferência acontece depois do presidente dos EUA, Donald Trump, ter anunciado que se o seu país não cumpriria o compromisso firmado na capital francesa, em dezembro de 2015, por Barack Obama.

#COP23 opens Monday. We need to accelerate action on climate change: https://t.co/u3Rloo2164COP23</a> <a href="https://twitter.com/UNBonn?ref_src=twsrc%5Etfw">UNBonnBonnGlobal</a> <a href="https://twitter.com/bmub?ref_src=twsrc%5Etfw">bmub#climateactionpic.twitter.com/g34Gnsqrl8

— UN Climate Change (@UNFCCC) 5 novembre 2017

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Scholz visita a China para tentar aliviar as tensões económicas com a Alemanha

"Parem o genocídio": manifestações por toda a Europa contra a guerra em Gaza

Croácia: confronto entre presidente e primeiro-ministro marca campanha para as legislativas