EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Hariri quebra o silêncio: "Sou um homem livre"

Hariri quebra o silêncio: "Sou um homem livre"
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O chefe do governo libanês viajou para Riade no dia 3 e demitiu-se no dia seguinte.

PUBLICIDADE

O ex-primeiro-ministro libanês Saad Hariri quebrou pela primeira vez o silêncio desde que começaram a circular os rumores de que estaria retido na Arábia Saudita pelo regime do rei Salman e impedido de viajar para o Líbano.

Hariri diz que é um homem livre: “Estou livre, aqui no Reino da Arábia Saudita. Se quiser voltar amanhã volto, mas tenho aqui a minha família e tenho de os proteger”, disse.

O chefe do governo libanês, filho do antigo primeiro-ministro assassinado Rafic Hariri, viajou para Riade no dia 3 e demitiu-se no dia seguinte. Disse ser vítima de uma conspiração de assassínio por parte do Irão e do aliado libanês Hezbollah. As autoridades libanesas, nomeadamente o presidente Michel Aoun, acreditam que Hariri foi forçado a demitir-se e está a ser manipulado pelo regime saudita.

O Líbano, martirizado por décadas de lutas internas entre cristãos e muçulmanos de várias fações, deu uma mostra de unidade este domingo, na maratona de Beirute. Libaneses de todas as tendências mostraram vontade de ver Hariri regressar ao país.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Milhares de muçulmanos iniciam a peregrinação oficial a Meca esta sexta-feira

Corrupção: Rubiales será detido quando voltar a Espanha em abril. "Responderei a tudo", garante

Requerentes de asilo em Dublin queixam-se de tratamento “desumano”por parte do Governo