Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Milhares exigem a libertação de dirigentes catalães

Milhares exigem a libertação de dirigentes catalães
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas manifestaram-se, esta noite, nas ruas de Barcelona a exigirem a libertação de 10 dirigentes independentistas catalães.

De acordo com a polícia da capital da Catalunha, o número de participantes rondou os 750 mil.


A mobilização é vista como um teste para o movimento independentista depois do fracasso da declaração unilateral de independência, a 27 de outubro, e antes das eleições regionais de 21 de dezembro, convocadas pelo Governo espanhol presidido por Mariano Rajoy.

As divergências no seio dos partidos pró-independência foram tornadas públicas após a Esquerda Republicana da Catalunha ter rejeitado uma candidatura unitária independentista, proposta pelo líder do Partido Democrata Europeu Catalão (PDeCAT), Carles Puigdemont.

O partido liderado por Oriol Junqueras afirmou que avança sozinho para as eleições autonómicas e o antigo vice-presidente da Generalitat será o cabeça da lista.

As últimas sondagens dão a vitória aos partidos independentistas mas sem maioria absoluta.

O presidente do Governo espanhol desloca-se, este domingo, à Catalunha, para participar num evento do Partido Popular.

Esta semana, Mariano Rajoy, apelou à “participação massiva” nas eleições regionais de modo a “abrir uma nova etapa”, esperando que os catalães estejam “conscientes da importância dessa consulta”.