A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Alemanha tem novo prazo para formar coligação de governo

Alemanha tem novo prazo para formar coligação de governo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Conservadores, liberais e ecologistas alemães decidiram esta sexta-feira prolongar pelo fim de semana as conversações para um acordo de princípio com vista a um governo de coligação.

A data limite inicialmente fixada para a conclusão de um acordo entre a União-Democrata Cristã (CDU), a União Social-Cristã (CSU), o Partido Liberal (FDP) e os Verdes terminou na quinta-feira, mas os partidos decidiram continuar e, hoje à tarde, retomaram as conversações à porta fechada.

As reuniões vão prosseguir no sábado e no domingo.


Os temas que mais dificuldades criam nas negociações são a imigração e refugiados, proteção ambiental e agricultura e a redução dos impostos.

“Estamos a negociar há quatro semanas, portanto temos de chegar a resultados este fim de semana”, disse à imprensa o dirigente conservador, Volker Kauder.

“De uma maneira ou de outra” as conversações terminam no domingo, disse também o líder da aliada bávara da CDU, a CSU, Horst Seehofer, não excluindo contudo que elas fracassem.


Horas antes de os trabalhos serem retomados, a chanceler alemã, Angela Merkel, admitiu que as próximas reuniões serão “certamente duras”, mas, “apesar das dificuldades”, “vale a pena lançar uma segunda fase”.

Se Merkel não conseguir fechar um acordo de governo, a Alemanha vai ter de realizar novas eleições legislativas, com toda a incerteza que isso acarreta.


A confirmar-se essa possibilidade, seria-a primeira vez desde o pós-guerra que a Alemanha realizaria legislativas antecipadas.


Texto: Lusa
Edição: Francisco Marques