Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Armas: Ancara fala das garantias dadas por Trump

Armas: Ancara fala das garantias dadas por Trump
Tamanho do texto Aa Aa

A principal aliança de oposição síria – a CSN, Comissão Suprema para as Negociações – vai marcar presença na próxima ronda de negociações de paz, em Genebra, agendadas para 28 de novembro.

O anúncio é feito um dia depois de Ancara ter avançado que Washington vai deixar de fornecer armas aos combatentes curdos sírios. Tudo em nome das relações entre a Turquia e os Estados Unidos.

“Uma das questões que está a afetar negativamente a relação com os Estados Unidos, prende-se com as armas fornecidas às YPG, Unidades de Proteção do Povo. O presidente turco reiterou o desconforto que sente durante uma conversa telefónica com Donald Trump. O presidente norte-americano garantiu que vai dar instruções para por fim a essa situação, algo que já devia ter acontecido há muito tempo” refere Mevlut Cavusoglu, o chefe da diplomacia turca.

Os Estados Unidos ainda não reagiram às declarações. A confirmar-se a mudança de estratégia no terreno, resta saber como pretende a administração norte-americana combater os radicais do autoproclamado Estado Islâmico na Síria e no Iraque.