Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Dois anos do Acordo de Paris assinalados com a One Planet Summit

Dois anos do Acordo de Paris assinalados com a One Planet Summit
Tamanho do texto Aa Aa

Os Acordos de Paris celebram dois anos. Um aniversário assinalado com a One Planet Summit, esta terça-feira, na capital francesa. 

Uma inciativa com o apoio das Nações Unidas e do Banco Mundial com o objetivo de encontrar formas de financiamento para a luta contra o aquecimento global. 

Vários Estados estão representados ao mais alto nível - esperam-se 50 Chefes de Estado. No entanto, o presidente francês, Emmanuel Macron, um dos anfitriões do encontro, não esquece o abandono do Acordo por parte dos Estados Unidos e da Amdministração Trump.

Num jantar com o enviado especial das Nações Unidas para as Mudanças Climáticas e antigo presidente da Câmara de Nova Iorque, Michael Bloomberg, Macron disse que o abandono da parte dos EUA causou mais união entre as demais partes: 

"Tomada esta decisão, acelerámos os processos de ratificações. Mais países decidiram unir-se ao grupo e ratificar os Acordos de Paris," disse aos jornalistas.

"Foi como um choque para alguns países, o facto de que um Estado tenha decidido deixar o acordo. Agora, esse país está por sua conta e risco", concluiu o presidente francês.

Para além de dezenas de Chefes de  Estado, espera-se também a presença do Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres. 

Os Estados Unidos, por seu lado, fazem-se representar pelo Encarregado de Negócios da embaixada em Paris.