Última hora

Oposição húngara unida em protesto contra Viktor Orban

Oposição húngara unida em protesto contra Viktor Orban
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma manifestação de apoio ao partido de extrema-direita húngaro Jobbik reuniu em Budapeste na sexta-feira cerca de um milhar de pessoas. Ao lado dos seguidores do Jobbik, militantes de esquerda, unidos num protesto contra o governo do primeiro ministro Viktor Orban.

A pesada multa recentemente imposta ao maior partido de oposição pela entidade estatal de auditoria financeira por alegados financiamentos partidários ilegais é vista como um estratagema que visa afastar o Jobbik das próximas eleições.

“Acredito que aqui hoje muitas pessoas diferentes fizeram um passo histórico para uma Hungria justa e livre, uma verdadeira Hungria do século XXI.”, disse o líder do Jobbik, Gabor Vona.

“Todos temos direitos, independentemente do que fizémos no passado. Eu era e ainda sou bastante crítico do Jobbik, mas acredito que o estado de direito não pode ser ignorado como este governo faz regularmente.”, disse Balázs Gulyás, um ativista de esquerda.

Na opinião de um apoiante do JoOpobbik, “Quase todos os partidos de oposição e uma enorme multidão manifestam apoio ao Jobbik no contexto deste caso, porque não se trata apenas do Jobbik ou de outros partidos, está em jogo a democracia. E todos nós gostaríamos de viver num país mais livre e democrático.”

“Esta foi a primeira vez que o Jobbik e partidos de oposição de esquerda demonstraram juntos. Resta saber que influência pode ter nas eleições do próximo ano este processo de cooperação entre uma oposição normalmente dividida”, conclui a correspondente da euronews em Budapeste, Veronika Rippel.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.