Última hora

Seul dispara tiros de aviso após fuga de soldado da Coreia do Norte

Seul dispara tiros de aviso após fuga de soldado da Coreia do Norte
Direitos de autor
REUTERS/Kim Hong-Ji
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

É o quarto soldado norte-coreano a fugir para a Coreia do Sul desde o início do ano. O Ministério da Defesa em Seul confirma que o militar apareceu junto a um posto de guarda de fronteira por volta das 08:00 (23:00 em Lisboa).

Depois da deserção, o exército de Pyongyang tentou localizar o soldado que atravessou a parte central da zona desmilitarizada (DMZ), que divide a Península, e como resposta, as tropas sul-coreanas dispararam tiros de aviso.

A fuga acontece depois de, em novembro, um militar ter sido baleado plo menos cinco vezes pelo exército norte-coreano ao fugir para sul, ficando gravemente ferido.

Apesar do nome, a DMZ é uma das fronteiras mais militarizadas no mundo.

Trata-se de uma faixa de terreno de quatro quilómetros ao longo da fronteira entre as duas Coreias, tecnicamente em guerra desde o final do conflito (1950-53), com arame farpado, vedações eletrificadas, campos minados e paredes antitanque.

Cerca de trinta mil soldados da Coreia do Norte desertaram para a Coreia do Sul desde o final da guerra, mas a maior parte usou rotas de fuga através da China.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.