EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Israel vota "Sim" em projeto de lei que permite pena de morte

Reuters
Reuters
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Lei autoriza execução daqueles que estejam envolvidos em ataques mortais

PUBLICIDADE

O parlamento israelita votou esta quarta-feira num projeto de lei que permite a pena de morte a todos aqueles que estejam envolvidos em ataques mortais.

O resultado da votação foi 52 votos a favor contra 49. 

O primeiro-ministro do país disse, no fim dos resultados, que em casos em que não há arrependimento, o culpados serão executados.

"Acho que em situações extremas também há uma lógica simples, e a lógica simples é se alguém mata e ri, não passará o resto da vida na prisão, mas será executado." 

Palavras de Benjamin Netanyahu, enquanto o parlamento se enchia de apupos. 

A medida chega depois de, em Junho de 2016, dois palestinianos terem aberto fogo num supermercado em Tel Aviv, ataque onde resultaram quatro mortos.

Se o projeto-lei avançar, a partir de agora, casos como este irão resultar em pena de morte 

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Washington é o 20º Estado dos EUA a abolir a pena de morte